Para lá de Mendelssohn | Orquestra Metropolitana de Lisboa

Metropolitana

Para lá de Mendelssohn | Orquestra Metropolitana de Lisboa, 12 février 2017 17:00, Centro Cultural de Belém

PARA LÁ DE MENDELSSOHN
Orquestra Metropolitana de Lisboa

Domingo, 12 de fevereiro, 17h00
Grande Auditório do @Centro Cultural de Belém

F. Berwald Sinfonia N.º 3, A Singular
F. Mendelssohn Sinfonia N.º 3, Op. 56, Escocesa

Maestro: Emilio Pomàrico

A Sinfonia Escocesa de Mendelssohn não dá a ouvir gaitas de foles ou sequer melodias tradicionais das Highlands. O tema inicial é o único elemento inspirado na Escócia, uma melodia que o compositor alemão escreveu após ter visitado as ruínas da abadia de Holyrood, perto de Edimburgo. A viagem prosseguiu por Itália, e logo o clima mediterrânico se sobrepôs às misteriosas sugestões das paisagens célticas. A obra foi terminada somente duas décadas mais tarde, em 1842, e resultou numa singular combinação de sugestões extramusicais com o rigor formal classicista, duas tendências que, «para lá de Mendelssohn», viriam a demarcar-se.
Nesse sentido, o maestro italiano Emilio Pomàrico traz consigo uma outra sinfonia que se projeta a partir dessa charneira. A Sinfonia Singular é a melhor das quatro sinfonias do sueco Franz Berwald, um ilustre desconhecido contemporâneo de Mendelssohn. A obra data de 1845 e distingue-se por uma coerência estilística irrepreensível entre os três andamentos, uma orquestração transparente, uma ousadia formal que prenuncia os grandes sinfonistas de finais do século XIX.

Para lá de Mendelssohn | Orquestra Metropolitana de Lisboa was last modified: août 12th, 2016 by Rennes
@Metropolitana Lisbon