Corelli, Bach, Bartók | Solistas da Metropolitana

Metropolitana

Corelli, Bach, Bartók | Solistas da Metropolitana, 26 novembre 2016 21:00, Museu Nacional de Arte Antiga de Lisbonne

CORELLI, BACH, BARTÓK | Solistas da Metropolitana

Sábado, 26 de novembro, 21h00
Museu Nacional de Arte Antiga – Sala de Conferências

A. Corelli – Sonata em Trio em Si Bemol Menor, Op. 3/4
J. S. Bach – Suíte para Violoncelo N.º 3 em Dó Maior, BWV 1009
B. Bartók – 44 Duos para Dois Violinos, Sz. 98 (excertos)
J. S. Bach – Suíte Francesa N.º 2 em Dó Menor, BWV 813
A. Corelli – Sonata em Trio em Ré Menor, Op. 3/2

Solistas: Carlos Damas, Jack Glatzer (violinos), Marcos Magalhães (cravo), Jian Hong (violoncelo)

À semelhança da voz das pessoas, os instrumentos musicais distinguem-se pelas qualidades tímbricas, pelas entoações que lhes são próprias. Tocados com dedicação, em ambiente intimista, proporcionam-nos a experiência de apreciar a essência dos sons, para lá das semínimas e das colcheias, dos geniais compositores e dos virtuosos lendários. Neste sentido, a música de câmara é o género de eleição para a «degustação» musical, arte que os Solistas da Metropolitana cultivam há já muitos anos. Juntam-se neste concerto dois violinos, um violoncelo e um cravo. Duas sonatas a 3 de Corelli enquadram um programa em que todos se destacam em momentos distintos. A solenidade e eloquência do violoncelo despertam na Suíte para Violoncelo Solo N.º 3 de J. S. Bach. A agilidade e versatilidade do violino revelam-se nos duos que Bartók escreveu em 1931, inspirado pela música tradicional do Leste da Europa. A precisão e os registos singulares do cravo imergem-nos no universo fantasioso de uma outra suíte para instrumento solo do compositor alemão, a Suíte Francesa N.º 2.

Corelli, Bach, Bartók | Solistas da Metropolitana was last modified: août 12th, 2016 by Rennes
@Metropolitana Lisbon